sábado, 2 de abril de 2011

Atividades simultâneas

Como estaremos realizando atividades simultâneas, tivemos que nos dividir em dois grupos. Uma parte de nós irá realizar o pedágio e panfletagem no centro a partir das 8h com concentração na Pracinha do Gil. A outra continuará com a mobilização na estrada da Uesb. É importante ressaltar que ontem a noite na assembléia geral já se tirou o pequeno grupo que fará atividade no centro, sendo essencial que a maior parte dos estudantes esteja na Av. Olívia Flores para a mobilização.
Vamos deixar a preguicinha do sábado de lado galera! Compareçam às atividades #mobilizauesb !

7 comentários:

  1. SENHORES BEM INFORMADOS, NOSSO BELO E BEM CONCEITUADO ESTADO SE ESTABELECE COM LEIS,POIS O TEMPO DO "GRITO" ACABOU. SE VCS QUEREM CONSEGUIR ALGUMA REGALIA OU DIREITO,COMO PREFERIREM DIZER,MARQUE UMA REUNIÃO COMO A INSTITUIÇÃO PARA DIALOGAR.O TEMPO DOS GOVERNOS AUTORITÁRIOS ,AQUI NO BRASIL ,ACABOU.
    ATÉ QUANDO VAMOS COMETER OS ERROS DO PASSADO?SOMOS ADEBTOS OU ESPIRITOS DOS REVOLUCIONÁRIOS? CADE O FRUTO DO NOSSO CONHECIMENTO?SOMOS OU NÃO SOMOS FORMADORES DE OPINIÃO?
    ACABE COM ESSE PENSAMENTO MARXISTA,COMUNISTA,SOCIALISTA...ONDE PRECISAMOS "GRITAR" PARA SER OUVIDO.
    SENHORES BEM INFORMADOS,VIVEMOS EM UM PAIS DEMOCRATICO,NADA É FEITO SEM POR ACASO.
    NADA CONTRA OS QUE LUTAM POR SEUS IDEAIS,SOU CONTRA A AGREGAÇÃO DE INDIVIDUOS QUE NÃO TEM NADA HAVER COM ISSO.A LUTA É DENTRO DA UNIVERSIDADE E DEVE PERMANECER DENTRO DELA,ONIBUS,RUAS,PRAÇAS...É O ESPAÇO DE CONVIVENCIA NOSSO E DOS OUTROS SERES SOCIAIS.TA NA HORA DE SABERMOS RESPEITAR A SOCIEDADE QUE VIVEMOS.
    VIVA A LIBERDADE DE EXPRESSÃO!!!!DESDE DE QUE O EXPRESSO SEJA CONCIENTE,POIS EXISTEM REGRAS E LEIS REPRIME A DESORDEM PUBLICA.
    ROUPA 'SUJA" SE LAVA DENTRO DE CASA.

    RESPEITEM A SOCIEDADE:TRABALHADORES,COMERCIO,ESCOLAS...
    UM ABRAÇO.

    ResponderExcluir
  2. bem se vê que o sr. Breno aí em cima não conhece a Uesb. "Roupa suja se lava dentro de casa"??? Se a Uesb não oferece a lavanderia, onde vamos lavar? Na rua.

    ResponderExcluir
  3. Reivindicação, mobilização e conscientização política sim! Exacração e desrespeito à pensamentos contrários não...afinal é nesse "movimento" de pensamentos que se dá a tal convivência social.

    Peço, de maneira pacífica, que muitos de vocês repensem o "tratamento" dado aos contrários de pensamento.

    Movimento se faz pela POLITIZAÇÃO do estudante e não pela IMPOSIÇÃO de idéias. Fica a dica.

    Sorte no pleito!
    Paz e bem.

    ResponderExcluir
  4. Sr. Breno,

    o escravo mais enclausurado é aquele que não enxerga seus grilhões. Desmotivado a perceber seu carcere, não é capaz de sentir revolta e nem sequer sonhar com a liberdade.

    Democracia proclamada como adjetivo do "mundo burguês" é uma palavra muito bonita, e nada mais. Carente de substância, a palavra demagógica da democracia serve apenas para a reprodução ampliada da ignorância. Manutenção da submissão.

    A democracia é um grande espetáculo, onde os espectadores participam do ritual eleitoral, cretes em possuir todo poder do mundo na ponta do dedo, o dedo que toca a urna. O único poder que possuem é escolher a roupa do seu capataz. Escolhem quem será o governo autoritário da vez. O governo quem não consulta e nem acata a vontade da imensa maioria de seus eleitores, mas o governo que DECRETA.

    Dizer que "A LUTA É DENTRO DA UNIVERSIDADE E DEVE PERMANECER DENTRO DELA" é a coisa mais sectária e desagregadora que poderia sair da boca de alguém. Não passa de uma palavra de ordem contra a solidariedade. É o reflexo do pensamento de um indivíduo que acredita que a sociedade (o mundo SOCIAL) funciona isoladamente em suas partes. É o mesmo que dizer "cada um que cuide de seus problemas". Mas não se tratam aqui de problemas como "o seu gosto musical", "sua opção sexual" ou "o seu time de futebol". Estes sim apenas lhe dizem respeito. Aqui se tratam dos problemas enfrentados pelo conjunto da sociedade. É a disputa pelos paradigmas de toda a humanidade. Ideias, de fato, não devem ser IMPOSTAS, mas obviamente estão em disputa. Justamente porque não possuímos ideias únicas, é que um debate saudável se faz necessário. É no confronto de ideias que temos melhores condições de escolher o melhor caminho para cada situação.

    Os estudantes não podem ficar apenas dentro da universidade. Isto seria um suicídio declarado. Os estudantes são hoje os trabalhadores de amanhã, e devem neles buscar um apoio. Afinal, somos todos seus filhos. Devemos buscar neles sua força, principalmente naqueles que produzem toda a riqueza material da sociedade, os proletários. Estes cujo menor sinal de revolta faz estremecer a espinha dorsal do mais poderoso burguês. Seu poder de barganha é incomparável. Abala toda a estrutura econômica. A ultima greve de professores da UESB durou três meses e nem fez cocegas em nenhum setor da sociedade. Apenas poupou o Estado dos seus "gastos" com a educação, além de desmoralizar o movimento docente, que se iludiu pensando que sozinho conseguiria chegar em algum lugar. Lembre-se:

    "Nunca se vence uma guerra lutando sozinho"
    Raul Seixas

    Um forte abraço!

    ResponderExcluir
  5. Gostaria de deixar aqui meu profundo respeito pelo movimento que nunca tinha presenciado.
    Acho de suma importância a participação dos estudantes nessa situação. Porém, não podemos deixar de lado algumas coisas que, particularmente, deixa frustações, como: nós termos que implorar para alguns professores que deem suas aulas ou que lancem a nota no sistema, ou ainda que solicite a compra de novos livros.
    Acho também que da mesma forma que estamos do lado deles para melhorias trabalhistas e administrativas, necessitamos que eles estejam do nosso lado. Ser conscientes que necessitamos de professores atuantes e que desejam disseminar conhecimento e fomentar pesquisas.

    ResponderExcluir